Posted on

A desidratação é caracterizada pela falta de água no organismo. Vômito, diarreia, insuficiência renal e queimaduras são apenas alguns dos principais sintomas que a desidratação pode causar.

Ela ocorre quando o corpo elimina mais líquidos do que ingere. A água é o principal componente responsável pela manutenção do organismo, e sem ela não há vida.

A desidratação pode ocorrer em pessoas de todas as idades quando não ingerem a quantidade mínima de água por dia, mas é mais comum em idosos, já que a parte do cérebro responsável por controlar a sede pode não funcionar adequadamente.

Por isso, é comum que pessoas da terceira idade não percebam os primeiros sinais que o corpo dá de desidratação. Além disso, algumas doenças características de pessoas mais idosas como Dibetes Tipo 2 e Doença de Addison podem aumentar a eliminação de líquido através do aumento da urina, levando a um quadro de desidratação corporal.

Confira abaixo os principais sintomas!

Quais são os principais sintomas da desidratação?

Quando o corpo precisa de água, o cérebro rapidamente controla a região que causa sensação de sede, o que motiva a pessoa a ingerir líquido. Se ainda assim não ocorrer a ingestão, o quadro pode piorar. Os primeiros sintomas são diminuição da sudorese e urina, o que faz acumular mais toxinas no corpo.

Como sinal de alerta, a água do interior das células vai para o sangue, para manter a pressão arterial a níveis saudáveis. Se ainda assim a desidratação continuar, os tecidos perdem água, as células encolhem e passam a não funcionar mais tão bem.

Existem diferentes graus de desidratação. O mais leve tem os seguintes sintomas:

  • Diminuição de sudorese;
  • A pele perde sua elasticidade;
  • Sede constante;
  • Diminuição da urina;
  • Boca seca

Em alguns casos, a desidratação pode ser mais grave. Nesses casos, a pessoa pode ter queda brusca da pressão arterial, que causa sensação de sonolência, tontura e enjoo. Em casos mais graves, pode desmaiar.

Se a desidratação permanecer, os sintomas mais graves podem incluir choques e danos graves aos órgãos e coração. Em alguns casos, pode ser irreversível.

Portanto, a melhor solução é prevenir a desidratação. Pessoas adultas devem ingerir no mínimo 2 litros de água por dia, o que inclui sucos naturais e alimentos com alto teor de líquido, como verduras e frutas. 

No caso de pessoas que praticam atividades físicas, é recomendado ingerir pelo menos 3 litros, especialmente para quem faz uso de suplementos proteicos (nesse caso, deve-se ingerir no mínimo 4 litros de água por dia para não prejudicar os rins).

Em caso de sintomas, não hesite em procurar um médico!

Ao adquirir o seu próprio purificador de água, além de evitar os sintomas da desidratação, saberá que está ingerindo água de qualidade!

Entre em contato com a Aquarius e saiba mais sobre as nossas soluções!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *